Administradora de condomínio: tudo que você precisa saber

11 minutos para ler

A gestão correta de um estabelecimento é o que garante a maior satisfação dos clientes e sua maior longevidade, independentemente de seu nicho. Isso vale também para os condomínios. Se você considerar que todos os moradores são seus clientes, então fica fácil entender como a gestão desse local impacta na satisfação de todos.

No entanto, pode ser bem difícil manter tudo em ordem por conta própria, desde a parte burocrática/legal até as pequenas reformas e manutenções do dia a dia. Por isso, é cada vez mais comum a contratação de uma administradora de condomínio para realizar essas tarefas.

Se você ainda não conhece tipo de trabalho, saiba que esse tipo de serviço pode fazer uma grande diferença na satisfação dos moradores. Acompanhe nosso conteúdo e descubra tudo sobre o assunto!

O que é uma administradora de condomínio?

Como o nome já deixa a entender, trata-se de uma companhia que auxilia no trabalho de administração dos diversos aspectos do condomínio, como gestão financeira, questões jurídicas e controle da folha de pagamento dos funcionários, entre outros. A ideia é que, com essa ajuda, você possa colocar todos os processos internos de administração em ordem sem dificuldades.

Para tanto, a administradora pode enviar um síndico profissional ou dar suporte para que um dos moradores exerça a função com menos dificuldade. Assim, todos terão alguém capacitado para lidar com as obrigações envolvidas nesse serviço e apresentar um bom desempenho (além, claro, de ter seu tempo dedicado a isso).

Que benefícios o serviço traz?

Agora que você entende melhor sobre a administração condominial, é hora de conhecer as vantagens que ela oferece. Pode parecer um investimento muito pesado, mas, no longo prazo, ela te poupa muito mais dores de cabeça. Veja a seguir alguns dos principais benefícios.

Otimiza as despesas do condomínio

Quando você não conta com o apoio de um administrador profissional, uma das principais dificuldades na gestão dos condomínios é fazer o seu controle financeiro de forma mais eficiente. Muitos gastos precisam ser levados em conta, o que torna a tarefa difícil para a maioria das pessoas no dia a dia.

Com o suporte de uma administradora de condomínio de boa qualidade, isso deixa de ser um problema tão grande para os moradores. Como a administradora tem profissionais capacitados para essa tarefa, fica bem mais fácil lidar com tais questões. Mesmo que elas se tornem grandes demais para um único síndico, basta solicitar auxílio e você terá consultoria nessa e em outras áreas.

Evita multas e insatisfação dos moradores

Quando o condomínio não cumpre algumas de suas obrigações, como manutenção de áreas comuns, retirada do lixo, reposição de certos materiais ou pagamento dos funcionários em dia, entre outros itens, ele sofre multas. Lembre-se: acumular essas despesas extras não só afeta negativamente seu orçamento como também prejudica a imagem do local.

Investir um pouco mais na administração condominial é uma forma de evitar esses gastos extras, além de transmitir uma imagem mais profissional e organizada para os moradores e demais funcionários. A falta de confiança na administração do condomínio é sempre um ponto negativo na hora de anunciar um apartamento, por exemplo.

Proporciona uma manutenção organizada e ativa

Outra responsabilidade da administradora é monitorar as rotinas de trabalho da equipe de manutenção. Quando esse time não está devidamente organizado e alinhado, várias tarefas podem ficar por fazer, o que afeta a qualidade de vida dos moradores e dos próprios funcionários. Daí a importância de uma boa administradora de condomínio para sua equipe.

Ter um profissional que saiba como lidar com essas rotinas, atribuindo tarefas de forma adequada e cuidando da contratação do número necessário de funcionários, faz uma grande diferença em sua qualidade. Isso vale especialmente quando o condomínio em questão tem alguma reputação elevada diante de seus moradores ou quando é um espaço extenso, que conta com equipes de serviço maiores.

Valoriza os imóveis

O valor de um apartamento dentro do condomínio não depende apenas da qualidade do imóvel, mas também de tudo à sua volta. Isso inclui a existência de áreas de lazer, segurança, qualidade da limpeza e, claro, boa administração de todos esses aspectos. Quanto melhores eles forem, mais esse espaço vale para o morador ou para o investidor.

Sendo assim, ao investir em uma administradora de condomínio, você também está ajudando na valorização de todos os imóveis, de forma direta ou indireta. Isso é ótimo quando se pretende revender as propriedades no futuro ou elevar sua rentabilidade com a cotação a longo prazo.

Lida melhor com questões judiciais

Por fim, mas não menos importante, ainda é preciso lidar com questões legais, como a documentação dos imóveis, o pagamento de impostos e os direitos trabalhistas, entre outras que complicam bastante o trabalho do síndico. Mesmo em lugares onde não há a ajuda de uma administradora, acaba sendo necessário contratar um consultor para lidar com esses itens.

Se, por outro lado, você já tem os serviços de uma administradora, a maior parte destas questões é incluída no contrato. Isso significa que, além de todos os outros benefícios que tem a oferecer, a administradora também cumpre mais esse papel em seu condomínio.

Quando você precisa de uma administradora de condomínio?

Diante dos benefícios acima, fica fácil concluir por que é importante contratar uma administradora. Porém, pode ser que você ainda não esteja convencido a respeito de sua necessidade. Por isso, separamos aqui alguns exemplos para ilustrar quando essa contratação se torna necessária. Confira.

Quando está com dificuldades para manter a burocracia em ordem

Questões judiciais e burocráticas sempre são problemáticas na gestão de um condomínio, pois o sistema é altamente complexo e exige muito tempo para ser resolvido. Se forem deixadas em pendência, pode haver várias consequências negativas bem severas. Especialmente no que diz respeito às suas obrigações jurídicas. Quanto mais elas ficarem em pendência, mais difícil é arrumar tudo depois.

Portanto, contratar um auxílio profissional é a melhor forma de manter tudo em ordem e evitar que as coisas saiam do controle novamente. Com essa ajuda, o síndico não terá que lidar com todo esse trabalho por conta própria. Além disso, caso as coisas já tenham saído do controle, a administradora provavelmente já sabe qual é o melhor caminho para limpar a bagunça e colocar tudo de volta nos trilhos.

Quando é necessário realinhar o orçamento

Se está faltando dinheiro para alguns itens todo mês, você provavelmente não está equilibrando bem seu orçamento com seus gastos. Pode parecer algo óbvio a primeira vista, mas existem muitos pequenos itens que podem passar despercebidos, como despesas pontuais, atrasos no pagamento de aluguéis e condomínio, entre outras coisas do tipo.

Diante disso, a administradora pode ajudar a recuperar o equilíbrio e garantir um maior proveito do dinheiro. Com um planejamento financeiro, alguns cortes e talvez conversas com os moradores, é possível colocar o orçamento de volta no positivo e voltar a investir em obras e melhorias para o condomínio como um todo.

Quando há pendências legais em seu condomínio

Se ainda existem pendências legais, como reconhecimento de firma ou pagamento de impostos, você deve resolver tudo tão rápido quanto possível para evitar problemas jurídicos. Não faltam exemplos de condomínios que tiveram que ser vendidos apenas para arcar com multas e outras despesas de obrigações judiciais que ficam por serem feitas.

Mais uma vez, a ajuda profissional é fundamental para que tudo corra bem. Considerando o quanto o sistema jurídico brasileiro pode ser complicado, com várias exigências e leis pouco conhecidas, contar com a ajuda de um especialista te ajuda a evitar uma série de armadilhas. No fim das contas, você economiza muito mais tempo e recursos ao trabalhar dessa forma.

Ninguém está interessado em atuar como síndico

Durante as reuniões de condomínio, é normal haver alguma dificuldade para apontar um síndico, já que essa é uma função de grande responsabilidade e que exige algum tempo dos moradores. Porém, como muitos têm uma vida ocupada, é bem provável que a vaga não seja preenchida, mesmo que ela venha com alguns privilégios atrelados.

Nesse caso, será praticamente obrigatória a contratação de uma administradora para conseguir um síndico profissional. No fim das contas, essa decisão é benéfica a todos os envolvidos, mesmo que seja tomada por necessidade. Se esse for o seu caso, então o melhor a fazer é avaliar suas opções quanto antes.

Como escolher uma boa administradora de condomínio?

Agora que você já entendeu a importância desse serviço e quando ele é mais relevante, tudo que resta é escolher a empresa que será contratada. Naturalmente, essa é outra decisão que precisa ser tomada com bastante cuidado.

Para te ajudar, trouxemos aqui alguns passos para analisar suas opções e fazer a melhor escolha. Acompanhe.

Avalie a reputação da empresa

A última coisa que você quer é contratar uma administradora que não consiga cumprir sua função com excelência. Para não cometer esse erro, o melhor a fazer é pesquisar pela reputação de cada empresa e conferir seu posicionamento no mercado.

Uma boa forma de fazer isso é simplesmente pesquisar a opinião do público, já que esse é o melhor termômetro para a qualidade de qualquer trabalho. Converse com clientes atuais e ex clientes e você poderá conferir quais são os padrões de qualidade esperados.

Pesquise pelos profissionais designados

Além de pensar na empresa como um todo, também é interessante ver qual é o nível de formação e experiência dos seus profissionais, sejam eles administradores, assistentes ou consultores. Afinal, são eles que vão ao local e realizam as tarefas no dia a dia.

Em geral, a empresa passa os nomes dos profissionais que atuam nela, pelo menos os de maior destaque. Isso te dará uma base pela qual julgar os padrões de formação e qualidade do trabalho com o seu condomínio.

Compare os benefícios com o investimento

Independentemente de qual seja o produto ou serviço, você deve buscar a melhor relação possível entre custo e benefício. Com a escolha da sua administradora de condomínios, não é diferente. Dependendo do pacote oferecido, algumas delas podem trazer acordos mais interessantes do que outras.

Lembre-se de considerar o seu contexto e suas limitações. Cm um pouco de pesquisa, não deve ser difícil conseguir o maior benefício possível dentro do seu orçamento atual. As melhores empresas quase sempre oferecem pacotes de entrada com boas condições.

Fique atento às cobranças extraordinárias

Toda empresa costuma ter uma lista de despesas extraordinárias, as quais são feitas com base em serviços extras. É importante ter em mente o que faz parte do trabalho padrão da administradora de condomínios e o que será enquadrado como cobrança extraordinária.

Esse é apenas mais um motivo para ler o contrato com atenção e ter um advogado ao seu lado durante o processo. É sempre melhor tirar todas as dúvidas antes de assinar do que ter que lidar com imprevistos.

Leia a letra miúda

Por fim, mas não menos importante, lembre-se de ler atentamente todas as cláusulas do contrato, especialmente aquelas relativas a prazos, obrigações em multas. Mesmo que elas pareçam um problema menor a primeira vista, seu conteúdo será muito importante para assegurar um bom negócio.

Mais uma vez, a ajuda de um consultor ou advogado cai muito bem. Porém, se você escolheu uma empresa com boa reputação, não deve ter nenhum problema na hora de fechar negócio.

Agora que você tem essas informações, ficam claros o papel e a importância da administradora de condomínio. Se você quiser minimizar dores de cabeça para você e para seus moradores, essa ajuda será muito bem-vinda.

Quer continuar acompanhando mais sobre o assunto e melhorar ainda mais a administração do seu condomínio? Então assine a nossa newsletter e receba nossas dicas em primeira mão.

Posts relacionados

Deixe um comentário